Rafael Rocha, Advogado

Rafael Rocha

Goiânia (GO)
348seguidores38seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

Advogado
Bacharel em Direito pela Instituto de Ensino Superior Cenecista INESC – MG, pós graduado em Direito Empresarial, pós graduando em Direito Penal, curso de aprofundamento em Direito Eleitoral pela ENA (Escola Nacional de Advocacia), sócio fundador do Escritório Rocha Advogados. Professor Universitário e de cursos preparatórios, Palestrante, assessor e consultor jurídico, Advogado 62 96528637 62 32102885
www.rochadvogados.com.br

Verificações

Rafael Rocha, Advogado
Rafael Rocha

Autor (Desde Jun 2017)

Recomendações

(40)
Angela Ferreira
Angela Ferreira
Comentário · há 7 meses
Fui parada numa BLITZ... Ou melhor, não fui parada na blitiz, na verdade um agente de tânsito (CTTU) aqui em Recife me abordou no meio da via, e disse para eu parar na blitz mais a frente. Então ele me conduziu até a blitz. A via estava engarrafada. Todos me olhando. De cidadã, passei a ser vista como uma marginal. Quando parei o carro na "blitz". Tinha 3 agentes. Um deles me pediu o documento do veículo e a CNH. Não estava de posse do Licenciamento do ano, porque ao pagar o IPVA e DPVAT, o documento não foi emitido porque estava ainda no nome do banco financiador e havia multas que estavam em tramitação. Na verdade, eles já sabiam disso, porque aqui em Recife, esses órgão estão utilizando um DISPOSITIVO para fotografar a placa do veículo que está passando na via, e enviando diretamente para o sistema do DETRAN. Se tiver alguma multa, ou algo que dê cabimento a eles lhes lesarem ainda mais, eles perseguem o veículo e param. Pois bem, neste dia o agente de trânsito de posse do documento do meu carro na mão, me pediu que saísse do carro porque iria reboca-lo. Eu prontamente me neguei a sair do carro e disse que ele não iria levá-lo. Começamos a bater boca. E eles estavam alegando que era por falta de pagamento do IPVA. Mas eu estava com os comprovantes do pagamento no porta-luvas. Mas mesmo assim, no calor da discussão, um deles ainda me chamou de sonegadora. Nisso a avenida que estava movimentada e quase parada, devido ao engarrafamento, ficou todos olhando o que estava ocorrendo. Enfim, foi horrível. Me senti enojada em viver num país NOJENTO como este! Como é que pode, nós trabalhadores honestos, pagadores de impostos. Depois de anos economizando dinheiro para comprar um automóvel e pagando imposto para poder ter o direito de andar com ele por essas ruas esburacadas, ainda temos que aguentar esse tipo de CONSTRANGIMENTO! Se realmente a apreensão do veículo é abusiva, e por que é que ainda se pratica essa conduta? E se a gente se negar a sair do veículo, como eu fiz, o que poderá acontecer contra nós? Pois a situação só foi resolvida (apaziguada) quando meu esposo chegou e conversou com eles. E deu a mesma explicação que eu. O IPVA estava pago e as multas em tramitação. E o Licenciamento não tinha sido emitido porque o carro já estava quitado, mas ainda não tínhamos dado baixa no leasing. ESSE PAÍS É UMA VERGONHA!

Perfis que segue

(38)
Carregando

Seguidores

(348)
Carregando

Tópicos de interesse

(15)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros advogados em Goiânia (GO)

Carregando

ANÚNCIO PATROCINADO

Rafael Rocha

Av. Goiás Norte, - Goiânia (GO) - 74563-220

(062) 3210-28...Ver telefone

(062) 9652-86...Ver telefone

Entrar em contato